segunda-feira, 6 de outubro de 2014

CONVERSA DE BOTEQUIM: Dos cânones boêmios

Incomodados com o alarido sem sentido da mesa ao lado, elegemos o poeta para missão diplomática de esclarecer os seus jovens ocupantes dos Cânones de um Concílio Boêmio, repleto de canções e diálogos libativos em decibéis amenos.

Vessillo Monte chega à porta que dá para o aprazível recanto verde do Botequim, bem diferente, aliás, do calor onde estávamos, e interpela os neófitos boêmios, cumprindo assim sua embaixada conciliatória:




- Ei, negada, dá pra falar mais baixo numa boa ou quer que eu tire o caso como pessoal?

A gargalhada foi geral.
___________
Todos cantamos juntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário